18.Lições da vida de Barnabé

Introdução:
Na história do Novo Testamento, vários líderes da igreja se destacam, mas um em especial chama a atenção: Barnabé. Seu nome inicial era José (O Senhor Acrescenta), mas recebeu dos discípulos um apelido que foi agregado ao seu nome: Barnabé (Filho da Consolação). Era levita e, por isso não tinha herança de terras, provavelmente a herdade que vendeu era de sua esposa (Num.35:6). Tinha lindas qualidades intrínsecas ao seu caráter cristão que nos trazem importantes lições:

 

 

1. MESMO QUE NINGUÉM ESTEJA FAZENDO, FAÇA, OUTROS TE SEGUIRÃO

Barnabé não esperava que alguém fizesse ou o mandasse fazer, ele tinha iniciativa.

Ele vendeu uma herdade, e trouxe todo o dinheiro. Despertou assim nas pessoas o desejo de também contribuir (At.5)

Os versículos anteriores dizem que toda a igreja fazia isso, mas somente ele é destacado, por que? Por que certamente foi ele que puxou a fila. Deus precisa hoje de “puxadores de fila”, gente que antes de mandar, faça.

Mesmo que ninguém esteja fazendo o bem faça, seja o ultimo elo de uma corrente de pecado e difamação, seja o primeiro elo de uma corrente do bem.
2. MESMO QUE NINGUÉM ESTEJA ACREDITANDO ACREDITE, OUTROS ACREDITARÃO (At.9:26 e 27).

Barnabé acreditava nas pessoas.

Foi Barnabé quem quebrou as barreiras da rejeição ao nome de Saulo de Tarso, contribuindo com sua salvação e aceitação dos apóstolos em Jerusalém (28). Paulo obteve plena liberdade junto à igreja (28)

Paulo foi embora por que foi perseguido pelos gregos e não pelos irmãos mais (29), ao contrário, sua saída causou tristeza e comoção na igreja.

Mesmo que ninguém esteja acreditando acredite, seja o ultimo elo de uma corrente de incredulidade, seja o primeiro elo de uma corrente do bem.
3. MESMO QUE NINGUÉM ESTEJA INVESTINDO INVISTA, OUTROS INVESTIRÃO (At.11:22, 25, 26).

Barnabé investia nas pessoas.

Paulo foi para Tarso, onde ficou pelo menos dez anos, esquecido pela igreja, vivendo no anonimato e fabricando tendas (Gal.2:1).

Barnabé foi enviado pela igreja sede em Jerusalém, para edificar a nova igreja de Antioquia (22),

Fez sua parte ali (23), mas foi buscar Paulo em Tarso para pastorear a obra de Deus, e juntos, sem ciúmes nem rivalidades, fizeram um grande trabalho (26).

Barnabé enxergou assim em um obreiro esquecido e desprezado, um pastor para aquele momento da igreja e investiu nele.

Mesmo que ninguém esteja investindo invista, seja o ultimo elo de uma corrente de medo pelo passado das pessoas, seja o primeiro elo de uma corrente do bem.

 

Conclusão:
Siga o exemplo de Barnabé, seja o primeiro elo de uma corrente do bem.
 

Foto utilizada com a permissão da Creative Commons J McSporran, Elephas_a  Obrigado por Visitar o Meu Site

Crie um site grátis

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!